Insônia

insoniaInsomnia (2002 – EUA) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

Muitas expectativas, razoavelmente frustradas,  após o enorme sucesso do trabalho anterior do diretor Christopher Nolan. O remake desse thriller norueguês não apresenta nada tão “inventivo” (Amnésia tinha um formato diferente, narrado do presente para o passado). O plot mantem toda sua base no dúbio, cria elementos para intensificar essa dualidade, mas mora no lugar comum dos filmes do gênero.

Uma jovem foi assassinada no Alasca. Para resolver o caso, chega o lendário policial de Los Angeles, Will Dormer (Al Pacino), que junto de seu parceiro Hap Eckart (Martin Donovan) enfrentam investigação da corregedoria. Hap está prestes a fazer um acordo, em troca de divulgar informações. Por isso, todos os casos da dupla foram reabertos, e os presos libertados aguardando novo julgamento.

No Alasca, são recepcionados pela detetive Ellie Burr (Hilary Swank), fã inveterada do trabalho de Will. O filme realmente começa quando Hap morre no meio de uma perseguição na neblina, e o suspeito (Robin Williams) passa a chantagear Will (que teria interesse na morte do parceiro). A insônia causada pelas noites do Alasca, o sol não se põe, e a pressão sob seus ombros entre sua carreira e a prisão do criminoso, as acusações de ter assassinato o parceiro, entre o stress e a dualidade que Nolan constrói a atmosfera de seu filme.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s