O Estranho

The Limey (1999 – EUA) 

Steven Soderbergh é esse nome que saiu do sucesso imediato nos festivais, à popularidade instantânea com suas indicações ao Oscar. Figura de cinema inquieto, capaz de ir do popular ao indie, entre um filme e outro. Veremos o que essa fama, e quase unanimidade, fará dele nos próximos filmes. Entre um Erin Brockoviche e um Traffic, ele lança um filme menor, folhetinesco, cuja a forma de contar a história é muito mais interessante do que seu simples desenrolar.

Wilson (Terence Stamp) é o criminoso profissional inglês, que após sair da cadeia, viaja a Los Angeles em busca de vingança. Há um mês, sua filha morreu em um acidente de carro. Ele acredita que foi assassinato e vai atrás dos culpados. Num ritmo narrativo lento, com idas e vindas temporais, entendemos mais desse tipo estranho que é Wilson, homem sombrio, objetivo e sem medo ou pudor. Nitidamente,é perceptível a mão de Soderbergh na direção, a forma estética, o jogo de câmeras, fotografia, tudo lembra muito os filmes mais consagrados do diretor. O roteiro é bem fraco mesmo, o charme está em Terence Stamp e nessa forma, longe do mainstream, que Soderbergh conduz seu filme, como, por exemplo, nas cenas em flashback de Wilson, que são cenas retiradas de outro filme, A Lágrima Secreta de 1967), e encaixam-se perfeitamente ao todo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s