Gremlins

gremlinsGremlins (1984 – EUA)  estrelaestrelaestrelaestrelaestrela_cinza

Um dos grandes clássicos juvenis do cinema nos anos 80, típico trabalho do diretor Joe Dante, que sempre adorou se aventurar por filmes assim (tem produção de Spielberger e roteiro de Chris Columbus). A mistura de terror B juvenil, e comédia infantil, aliados a fofurice e inteligência do mogway, mesmo com orçamento modesto e efeitos especiais simples, resultaram num grande sucesso que marcou época.

Personagens caricatos (bancário petulante, a velha megera), as trabapalhas do pai inventor, é tudo muito artificial, Joe Dante não está nem ai. O foco de seu filme é outro, e o desenvolvimento dos personagens humanos é apenas purpurina necessária para se criar a trama. Há o protagonista (Zach Galligan), e o par romântico dele (Phoebe Cates), e o resto apenas alvos para os animais anárquicos que o sábido chinês de Chinatown não queria vender.

No lado moral da história, levanta a bandeira da responsabilidade, da importância de se seguir regras. Afinal, havia três cuidados básicos com o mogway (não ser exposto à luz forte, não comer após meia-noite e não se molhado. E com a quebra dessas regras, a cidade se torna um caos, o bichinho peludinho que canta e encanta se torna um alucinado monstro cruel e satírico. De longe, o melhor do filme são essas sátiras com os costumes humanos (ao cinema, fumando com charme, bebendo cerveja no bar), o tom provocativos dos Gremlins é hilariante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s