Nasce uma Estrela

nasceumaestrelaA Star is a Born (1976 – EUA) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Um filme sobre amor, decadência, mas principalmente sobre a inveja. E a inveja cegue, magoa, e corrompe de maneira amarga relacionamentos. Remake de grande sucesso protagonizado por Judy Garland, nos anos 50, o diretor Frank Pierson peca por não privilegiar nada, nem romance, muito menos drama ou musical, resultando num misto de superficial e sensação de história esticada.

Kris Kristofferson é a estrela de rock que se apaixona pela jovem cantora de barzinhos (Barbra Streisand). O relacionamento vem de encontro a fase de decadência do cantor, devido ao consumo excessivo de drogas e álcool não emplaca mais sucessos, sempre arrumando brigas. Enquanto isso, sua nova companheira é descoberta e começa a brilhar, o jeito doce e espontâneo e seu belo cantar a transformam num ícone musical de enorme sucesso.

Glamour x decadência, como um relacionamento pode resistir? A estrela nasce em meio ao convívio conturbado, ao amor despedaçado pela queda vertiginosa de seu companheiro de vida boêmia e sem pudores. Os melhores momentos do filme são os quadros musicais de Barbra Streisand, enquanto Kristofferson se esforça em dar toda intensidade a seu personagem tão problemático.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s