Neste Mundo

nestemundoIn This World (2002 – ING) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Primeiramente foi a invasão soviética, depois os ataques dos EUA, no pós-11/09, na caça de Osama Bin Laden e seus terroristas Talebans. Fugindo, milhares de refugiados afegãos aglomeram-se na fronteira com o Paquistão, mais precisamente na cidade de Peshawar. Uma vida sem perspectivas, luta diária pela sobrevivência. Inúmeros tentam a sorte partindo em peregrinações a caminho da Europa, buscando uma vida melhor. Mas nada é fácil, dependem dos planos de contrabandistas, a mercê dos interesses de traficantes de ópio, brincam com a sorte em lugares onde não são bem-vindos, onde não falam bem o idioma e ainda precisam esconder sua nacionalidade.

Como exemplo dessa situação seguimos Jamal (Jamal Udin Torabi) e Enayat (Enayatullah), que não passam de meros instrumentos nas mãos do diretor Michael Winterbottom, servindo apenas de argumento para que o filme reflita a situação dos refugiados afegãos. Não há grande desenvolvimento dos personagens, eles são protagonistas sem que se tornem personagens principais da trama. Winterbottom

O filme aproxima-se muito de um documentário, como se os atores não dessem atenção à câmera. Assim Winterbottom busca realismo, torna seu público presente dentro dessa peregrinação desumana, humilhante, cruel. Os dois atores amadores dão ritmo ainda mais lento, seus personagens sofrem em situações pavorosas buscando o tão sonhado destino (Londres), escondidos em caminhões onde tábuas os protegem de não caírem ao chão, viajando quarenta horas num container trancado, poucos conseguem desvencilhar-se dos obstáculos e perseguições. E ainda sobreviverem ao martírio dessa viagem.

O filme de Winterbottom não tem nada de ficção, é puramente constatador. Deflagra um mundo dito sem fronteiras, globalizado, quando na verdade elas continuam de pé, assolando mais e mais a vida dos menos favorecidos. Realidade chocante de mais de quatorze milhões de pessoas vivendo numa guerra em busca da sobrevivência, reflexos de um sistema exclusivista e seletivo. Um tema um tanto piegas, discutido à exaustão, Winterbootom ainda tenta usar a trilha sonora de maneira nosciva, pretendendo dar ao filme um ar que o mesmo não possui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s