Hana

Publicado: novembro 13, 2007 em Cinema, Mostra SP
Tags:,

hanaHana Yori mo Naho (2006 – JAP) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Um samurai que precisa honrar a morte do pai, a obrigação social da vingança. Mas, a vocação da espada não lhe pertence, aliás nem essa sede de vingança. Vivendo num pequeno vilarejo, ele passa o tempo entre cortejar (timidamente) uma viúva, e dar aulas de matemática, redação e etc, para as crianças da região. A sua volta, uma comunidade de perdedores, pessoas vivendo do lixo ou ganhando ninharias pelas fezes que defecam.

Fico pensando onde estava a cabeça de Hirokazu Kore-eda para levar, às telas, essa comédia sem eira nem beira. Cheia de personagens tão tolos, que fica impossível imaginar todos juntos, vivendo numa mesma comunidade. E o filme segue manco até seu final, não se decidindo por nada, não nos levando a nada. Tudo bem que a sacada final é genial, e a sátira, aos samurais, termina por soar bem empregada (mas nada que redima seu fraco desenvolvimento).

Anúncios
comentários
  1. […] sempre com cunho familiar (como Ninguém Pode Saber, Pais e Filhos, O que Eu Mais Desejo, Hana), ou acrescento a relação das memórias (Depois da Vida, Tão Distante) com a vida das pessoas. […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s