Piaf – Um Hino ao Amor

Publicado: novembro 26, 2007 em Uncategorized

(La Môme, 2007 – FRA)

Olivier Dahan fez uma confusão cronológica tão grande que chega um momento em que tentar estabelecer uma linha do tempo é tarefa desnecessária, a vida de Edith Piaf é de um sofrimento só, fiquemos com sua dor e sua voz, o conjunto de acontecimentos que marcaram sua vida estão ali para justificar suas atitudes, lágrimas, e problemas de saúde. Desde criança morando num prestíbulo, mendigando na rua (até começar a cantar por ali mesmo), até claro chegar ao estrelato. E mesmo nessa fase Piaf em nenhum momento viveu outra coisa que não dor. Sob a tutela de grande produção e uma atriz extraordinária na cópia de trejeitos físicos, o filme não reservará grandes momentos e assim a sensação de desperdício de uma boa história, ainda assim a pequena Piaf cantando A Marselhesa, ou a apresentação de La Vie en Rose e Non Je Ne Regrette Rien ficarão grudados na memória.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s