A noite é dos casais

Publicado: março 17, 2009 em Uncategorized

todaumanoite.jpg
Toda uma Noite (Toute une Nuit, 1982 – BEL/FRA)
A noite de Bruxelas vista por Chantal Akerman revela-se escura, numa estranha e atraente conjunção entre o sombrio e o convidativo. Por meio de fragmentos desvenda-se parte da cidade, o neon dos letreiros, bares e pequenas edificações. A impressão inicial é suja, paredes descascadas, cadeiras simplórias. Falamos de casais, e serão dezenas de pequenas histórias (os tais fragmentos, em sua maioria quase sem falas) de encontros, desencontros, brigas, sexo causal, carinho, serão somente casais e suas interrelações. Nossa atenção é centrada nos planos fixos e longos, no exímio enquadramento de cada elemento, tudo se prestando ao sentido de elucubrar cada um destes pequenos estilhaços entrecortadas de histórias de uma noite qualquer. De humor gentil, de bom gosto ostensivo, é verdade que em seus minutos finais a fórmula chega a cansar. Ainda assim, o resumo da vida em casal em uma única noite nos encanta pela simplicidade e quantidade de temas debatidos de maneira tão simples e desapegada de firulas. A senhora que irritada com o marido dorminhoco, faz sua mala e vaga pela noite adentro, resume o humor, o refinamento e principalmente a capacidade de Chantal em extrair de pouco a essencial de seu filme.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s