Politécnica

Publicado: setembro 28, 2009 em Cinema
Tags:,

politecnicaPolytechnique (2009 – CAN) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Muito antes do massacre em Columbine, mais precisamente em 6 de Dezembro de 1989, a Escola Politécnica de Montreal foi horrorizada com a ação de um jovem atirador (Maxim Gaudette). Em tom sereno, o garoto invadiu uma das classes de engenharia, e apontando sua arma ordenou que os homens saíssem da sala, enquanto as mulheres deveriam se agrupar num canto. Sumariamente disparou contra as garotas. Não contente, partiu pelos corredores da escola, atirando em todas as mulheres que encontrava. Mais de uma dezena de mortas, outra dezena de feridos. Misógino, motivado por um ódio ao feminismo e julgando que as mulheres estariam em seu espaço na sociedade.

Comparações com Elefante de Gus Van Sant são óbvias, e os filmes apontam diferenças gritantes. Dennis Villeneuve opta por um filme muito mais impactante visualmente, o massacre é dramatizado em minúcias, cada sofrimento, cada ferimento (principalmente pela introdução apresentando algumas daquelas meninas, aos olhos do espectador, elas já são pessoas com alguma história). Se nos maravilhamos com a complexidade de planos e poesia enraizada no filme de Van Sant, Villeneuve foca nos fatos e extrai deles um resultado intrigante, ora assustador, ora um significativo ensaio que verdadeiramente aterrorizaria qualquer um.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s