Anticristo

Publicado: abril 17, 2010 em Cinema
Tags:, ,
Antichrist (2009 – DIN) 

Realmente estarrecedor pela agressividade moral e física de suas imagens. O filme abre-se com um lento prólogo, em slow-motion, dividindo-se entre o casal fazendo amor (numa cena sem emoção, focada apenas na plasticidade dos corpos), e o filho pequeno sofrendo um acidente ao sair do berço. Chamar o início de petulante é pouco, perto do mergulho fantasmagórico que o casal (únicos personagens de todas as cenas) será exposto quando o marido (Willem Dafoe) terapeuta decide que a esposa (Charlotte Gainsbourg) deve parar com os medicamentos e ser curada numa casa na floresta sob seus cuidados.

O perigoso jogo de provocar medos, de lidar com depressão e ansiedade, de envolver a própria relação no tratamento de dor, tão profunda, demonstra-se desastrosa, evocando sexo e violência em cenas em que o amor e afeto dão lugar à mutilação, ao desespero, a perda dos controles. Lars Von Trier demonstra arrogância perversa sob seus personagens, cria climas claustrofóbicos. Tem-se medo até da grama. Dar ritmo tão dilacerante, num filme com apenas dois personagens, não é tarefa simples. Por outro lado, se preocupa de maneira tão excessiva com o impacto, e com provocar o estômago do próprio público, que funciona apenas como um teste de dor no espectador, enquanto os atores esbanjam entrega em cenas sangrentas e nada fotogênicas.

Anúncios
comentários
  1. Se acontecer o mesmo que aconteceu comigo, essas cenas vão ficar na sua mente durante muito, muito tempo…Filme que eu respeito pra cacete hoje! E que interpretação foda a da Charlotte Gainsbourg!! Hein!!

    Curtir

  2. Michel disse:

    Ailton,
    Pelo visto não ficarão, qdo lembro do filme surge algumas cenas fortes, mas ele praticamente já está arquivado na memória.
    Eu evito falar da Charlotte Gainsbourg pq sou apaixonado por ela, antes mesmo dela começar a fazer sucesso por aqui, eu já me apaixonei por ela em Lemming (um filme q só eu gostei, acho).

    Curtir

  3. Talvez ainda seja cedo. Who knows… Não vi LEMMING…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s