Bonnie e Clyde – Uma Rajada de Balas

Publicado: junho 9, 2010 em Uncategorized

bonnieeclyde.jpg
Bonnie and Clyde (1967 – EUA)
Precursor de tendências à sua época, o filme de Arthur Penn (claramente influenciando pela nouvelle vague) romantiza a história verídica de um casal de assaltantes de bancos causando terror em diversos estados americanos no pós-Grande Depressão de 1929. Da montagem frenética com grandes quebras de ritmo para tons leves de humor a violência jorrando sangue nas lentes da câmera (bastante ofensiva naquele tempo), Penn e o elenco encabeçado por Faye Dunaway (divina, sexy, irresistível desde a primeira cena), Warren Beatty e Gene Hackman transformam a quadrilha Barrow num grupo de arruaceiros aos banqueiros e milionários enquanto encontram respeito nos cidadãos comuns e fazendeiros.
O ritmo frenético e a trama hipnótica fogem de padrões de comportamento, a moral tem preço, e o espírito aventureiro vale a vida. A geração dos anos 60 via-se na inquietude dos personagens, em sua ideologia transgressora de viver quase como nos primórdios (comer quanto se tem fome, dormir quando se tem sono, sem grandes regras, vivendo em bandos), nessa capacidade de aliar a poesia de uma relação onde o sexo dá lugar ao amor-romântico, e a súbita troca de olhares antes da rajada de balas da sequência final.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s