Daunbailó

daunbailo0Down by Law (1986 – EUA) estrelaestrelaestrelaestrelaestrela_cinza

Dois casais, em um deles a mulher reclama que ele não pensa no futuro, que é impossível manter um relacionamento com ele. No outro, a mulher divaga que o homem é focado excessivamente no presente, que não pensa no futuro. Assim começa mais um filme de Jim Jarmusch. O tempo das cenas é impressionante. Pausado, sereno, o foco está na cena, em todos os elementos que a compõe, não especialmente no que ela pode representar no desenrolar da história.

Aliás, a história é bem simples, os dois caras desses casais caem em ciladas armadas contra eles e vão dividir uma cela na prisão. Há uma conexão entre as duas ciladas, apenas uma pitadinha de humor para o público, não fará diferença nenhuma aos personagens. Há um terceiro, um imigrante italiano que não fala bem o inglês e acaba na mesma cela que eles. Nasce uma amizade, torta, do tédio que aquele cubículo sem janela pode propiciar.

Depois da rápida introdução pré-cadeia, o filme se divide entre eles naquela cela ou fugindo pelo mato. Jarmusch conduz essa relação entre dois sujeitos vacinados pela malandragem e outro tão “inocente”, de forma a mostrar que a amizade pode não só surgir de locais inusitados (entre pessoas tão diferentes, nisso o foco presente/futuro é ferramenta a evidenciar a disparidade entre os dois), como também mostrar facetas de um relacionamento que só quem está dentro é capaz de compreender comportamentos, como dois amigos porco-espinhos que sabem que um abraço pode machucá-los.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s