O Quarto da Vanda

noquartodavandaO Quarto da Vanda (2000 – POR) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Se você mensurar, as três horas de duração, ao roteiro praticamente inexistente de tão curto, parece milagre o que um realizador como Pedro Costa consegue obter com quase nada. Num pequeno cortiço, num bairro pobre de Portugal, vive Vanda e sua família. Aquelas paredes sem reboco, aquele aspecto cinza sujo, os móveis precários, a mistura de cores sem qualquer padrão de escolha, o fétido está por toda a parte. E Pedro Costa filma com câmera fixa, longos diálogos, e eles praticamente se repetem tal qual a rotina da nossa vida. Vanda se droga no quarto com uma amiga, ou vende alface e couve na vizinhança, aquela vida miserável.

Enquanto isso um vizinho tenta arrumar a casa, muda os móveis do lugar, parece recém-chegado. Está chegando porquê: A cada dia que passa tratores e marretas derrubam outra casa no cortiço, vem por aí alguma obra e os moradores aguardam até o último minuto para deixar suas habitações precárias, sem dúvidas não tem para onde ir, aquele ambiente fétido, asqueroso, é o teto que os abriga e Pedro Costa retira dos diálogos a natureza da pobreza daquela gente, pessoas sem esperança, vivendo das migalhas, num retrato cru de uma foto que viramos os olhos para não enxergar. O filme cansa, nos deixa exausto, pelo tema doído e pelas opções do cineasta em prolongar e repetir, em nos levar sem firulas aos aposentos onde o desgosto e a desesperança reinam absolutos.

Anúncios

2 comentários sobre “O Quarto da Vanda

  1. Então: é tão difícil falar sobre No Quarto da Vanda. A circularidade que você cita é de tal ordem que realmente nos deixa exaustos, mas uma exaustão que só faz revelar aquela (s) vida (s). Eu saí revigorado de lá. Você chegou a ver Ne Change Rien? É das coisas mais bonitas que eu já vi no cinema.
    Abraços aí.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s