Mamma Gógó

Mamma Gógó (2010 – ISL) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

É claramente sobre a relação do filho cineasta e sua mãe (algo bem biográfico). O diretor Fridrik Thor Fridriksson coloca muito de si nessa história de uma mãe sofrendo com saude debilitada, falta de memória e etc, enquanto os filhos tentam contornar essa situação de lidar com a mãe e com suas próprias vidas.

Enquanto isso, o filho mais mimado, com uma vontade imensa de fazer cinema “de arte” sofre com seus próprios arroubos de falta de pé no chão. O filme puxa para a comédia, as trapalhadas da senhora são realmente divertidas, mas a todo o momento busca-se um sentimentalismo que fica ainda mais evidente nos minutos finais, e não conseguem desenvolver nada além de um novelão, que nos deixa com saudades daquela senhora que engana policial, deixa criança beber e outras trapalhadas mais.

Anúncios

2 comentários sobre “Mamma Gógó

  1. É verdade, o filme começa bem, parecia que ia ser uma boa comédia, mas o cineasta consegue estragar tudo, o filme descamba para um melodrama desnecessário e maçante.

    Curtir

  2. Pingback: 39ª Mostra SP |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s