Quando Partimos – Mostra SP (repescagem)

Publicado: novembro 11, 2010 em Uncategorized
Tags:, ,

Die Fremde / When We Leave (2010 – ALE)

Sofrimento pouco é bobagem na vida dessa alemã que decide largar um casamento agressivo e opressor na Turquia fugindo com seu filho para a casa dos seus pais em Berlim. Família de religiosos ortodoxos, aquilo que a ela parecia ser o porto seguro, torna-se mais um dos martírios quando seus familiares entregam-se às convenções sociais muçulmanas tratam-na como vergonha da família. Já não chega a decisão de largar um casamento e uma vida, ela tem ainda que ser julgada, mal-tratada, humilhada, praticamente pisoteada por pais, irmãos e toda uma sociedade que a recrimina pela simples decisão de sair do inferno? Feo Aladag foge de uma história lacrimosa, preferindo sempre a dureza, as tentativas de reinício são sempre destruídas pela perseguição, pela ortodoxia doentia que violenta ao invés de apoiar e suportar. E na cena final dolorida, que nos pega de supetão, guarda todo o rancor do filme que não permite nem mesmo a redenção quase pregada minutos antes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s