Abutres

Publicado: janeiro 11, 2011 em Uncategorized
Tags:,

Carancho (2010 – ARG)

Depois de uma grávida num presídio, Pablo Trapero discorre sobre outro tipo de marginalização social, os abutres são advogados vivendo da indústria dos acidentes de carro e conseqüentes processos judiciais contra motoristas. Enquanto a história de máfia e submundo corrupto transcorre, o melhor do filme segue na relação amorosa surgindo entre uma médica (Martina Gusman) e um dos abutres (Ricardo Darín). Quando o foco está nos dois, Pablo Trapero apresenta sua melhor forma numa direção exemplar, e com sequências arrasadoras como o plano-sequência acompanhando a médica por entre os corredores do hospital. O filme peca em seu roteiro, clichês perseguem a cada nova cena a história de modo a deixar tudo tão obvio que a denuncia de Trapero quase se dilui, já os olhares representativos entre os dois atores demonstrando suas emoções (sejam elas positivas ou não), e as escolhas (nem sempre óbvias de Trapero) conduzem a um aspecto mais que interessante.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s