The Brown Bunny

The Brown Bunny (2003 – EUA) estrelaestrelaestrelaestrelaestrela_cinza

Um piloto de motovelocidade vaga em busca de consolo, ao encontro de respostas que nada sabemos. Ele apenas dirige seu carro, observa, a câmera o acompanha com grande proximidade. Não percebemos nada além de seu desconsolo, sua desolação, e Gallo é muito eficiente em assumir os riscos de se tornar monótono, mas ele alcança o prometido: causar questionamento e interesse. O filme transcorre, e já nos perguntamos se seria esse, mais um daqueles exercícios de um cineasta autoral arrogante. Só que, o cineasta nos pega no contrapé com a famosa cena no quarto de hotel. Não se trata apenas de uma cena real de sexo-oral (onde grande parte da critica e do público sentiu-se horrorizada, pela atriz, ou principalmente pela razão daquela cena estar ali). O fato é com ou sem cena de sexo explícito, o que temos é um grande e arrebatador desfecho, oferecendo ao filme um significado bonito, triste e desolador, tal qual o próprio protagonista tentava o tempo todo esquecer.

Anúncios

2 comentários sobre “The Brown Bunny

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s