O Intruso – Indie 2011

Publicado: setembro 25, 2011 em Uncategorized
Tags:

L’intrus (2004 – FRA)

Claire Denis nos convida, aceite entrar nessa jornada sem igual. Um filme indecifrável e ainda assim capaz de nos causar sensações absurdas, Claire Denis mergulha profundamente no enigmático ao contar a história de um homem rude, e doente, misterioso, que deita-se nu com seus cães no meio da floresta, mas despreza seu filho adulto com dificuldades financeiras para sustentar sua família. Uma série de eventos onde não captaremos nada além da frieza desse sujeito, da sua necessidade de um transplante de coração, e de um outro filho que vive numa ilha no Pacífico Sul.

Para desalinhar isso tudo, Claire Denis nos oferece um filme sensorial, enervante, um tipo de tensão não usual, que nos intriga e eleva a curiosidade. O filme não se explica, não se coloca a se entender, é muito mais o sentir, o hipnotizar-se pela sensação de sentir o cheiro de sangue, o calor daquele sol, ou o sal daquele mar. São tantos os intrusos possíveis nessa história que talvez sejamos o maior deles, invadindo aquelas vidas for a do comum, aquelas relações promíscuas e perigosas, a falta de emoção quando o peso do passado pesa sob tantos corpos, e nós ali, testemunhas, intrusos como um coração que teima em rejeitar sua nova casa. Quem é a tal Rainha do Hemisfério Norte? Não sei, tente descobrir voce.

 

comentários
  1. Helen Brooks Coracoes Atormentados Second Marriage Serie 2 Marido por Contrato.Argumento Claire poderia ter sido uma esposa perfeita para qualquer homem. Era bonito atrativo e por um momento Claire se perguntou se poderia voltar a confiar no amor.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s