Terri – Festival do Rio 2011

Publicado: outubro 9, 2011 em Uncategorized
Tags:, , ,

Terri (2011 – EUA)

A mesmíssima fórmula de sempre, Azazel Jacobs não muda uma vírgula dos clichês do contemporâneo cinema independente americano. Estão lá a trilha indie agradável, os personagens loser, a sensação profunda de solidão, um estado de letargia. A idéia é sempre aquela, nos identificar, ou pelo menos, a empatia. Terri (Jacob Wysocki) é um garoto gordão vivendo sob os cuidados de um tipo doente. Os pais, sabe-se lá onde estão. Se você tinha uma colega de classe obeso na sua classe sabe bem o tipo de relação, o quanto são zombados e colocados à margem das relações pessoais. Não é um panorama muito sadio para um adolescente. Eis que surge o vice-diretor (John C. Reilly) querendo ser amigo do garoto, um conselheiro (aos poucos enxergamos outro loser, só que em fase adulta).

A linguagem metida a esperta, a melancolia esperançosa de cada take, no decorrer da história a questão sexual torna-se o assunto principal, Terri desenvolve amizade com um garoto endiabrado e uma linda jovem com hormônios empolvorosos. Depois de tantos clichês e das lições de moral do vice-diretor, por caminhos “tortos”, finalmente o filme ganha o ar da questão jovem propriamente dita, brincando com a curiosidade, os desejos e o ímpeto da adolescência.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s