Las Acácias

Las Acácias (2011 – ARG) 

Um road movie onde as paisagens de beira de estrada dão lugar para a cabine do caminhão, as horas passam e a câmera não sai dali, se divide entre o caminhoneiro Rubén (Germán de Silva) e a mulher que está de carona, Jacinta (Hebe Duarte) com sua filha recém-nascida Anahí (Nayra Calle Mamani). Silencio, o cúmulo do sem-jeito, desconhecidos dividindo o mesmo espaço. Pablo Giorgelli é mais desses diretores de um cinema argentino privilegiando o minimalista, a ausência de ação, a utilização dos tempos mortos e um ritmo quase documental de passagem do tempo.

Dentro desse formato, Giorgelli vai muito além de seus companheiros de estilo, seu filme tem carisma, a relação entre os personagens cresce, e torna-se cativante a cada quilometro rodado. Aspereza dá lugar à doçura, só que sem exageros, sem mudanças bruscas de personalidade. Tudo bem que a artimanha de um bebe fofo é um facilitador nato (golpe baixo), ainda assim há espaço para essas minúcias capazes de nos oferecer uma despedida tão singela e emocionante que só obtém o impacto com tudo que fora construído anteriormente.

Anúncios

Um comentário sobre “Las Acácias

  1. Pingback: Invisível |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s