Alma Sem Pudor – Mostra O Cinema é Nicholas Ray no CCBB

Publicado: novembro 28, 2011 em Uncategorized
Tags:,

Born to be Bad (1950 – EUA)

Nesse despretensioso filme por encomenda, Nicholas Ray nos delícia com uma narrativa aconchegante entre personagens milionários da alta sociedade e artistas galgando seu lugar ao sol. No fundo, o filme, trata de uma alma diabólica, uma garota interesseira (Joan Fontaine) que prefere arriscar o amor que sente pela possibilidade de casar-se com um marido rico (mesmo que este seja o namorado de sua prima e grande amiga).

As tramóias e o jogo de palavras poderia cair facilmente no inverossímel, mas Ray consegue captar a personagem e tornar factível e principalmente elevar a capacidade de persuasir. Dessa forma, o deleite com as artimanhas dessa vilã loira e encantadora dialogam sensivelmente com os filmes da época, com uma ingenuidade do cinema Americano dos anos 40-50, sem que pareça algo improvável. Na doçura do olhar está toda a capacidade de dissimilar.

comentários
  1. Engraçado que no começo eu tive muita raiva da personagem. Depois fui achando divertidos os seus jogos. Quanto à beleza, sou mais a outra personagem, a morena.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s