Prisão

Publicado: junho 6, 2012 em Uncategorized
Tags:

Semana que vem começa um dos eventos cinéfilos mais importantes do ano, a Mostra Ingmar Bergman no CCBB é pra lá de imperdível. Por isso nos próximos dias vou fazer posts com alguns filmes do mestre sueco que vi recentemente, e depois, é claro, o que for possível assistir da Mostra.

Fängelse / The Devil’s Wanton (1949 – SUE)

O jovem diretor de cinema, Martin, recebe no set de filmagens a visita de seu antigo professor de matemática que acaba de sair de uma clínica psiquiátrica. O homem sente a necessidade de lhe contar a ideia de um roteiro que relaciona a Terra ao inferno. O tal professor só voltará novamente ao filme já em seu final, indagando sobre sua ideia e recebendo resposta do diretor que seria impossível dar um final àquela história. Então o professor resume que “a vida é só um arco cruel e sensual desde o nascimento até a tumba”.

Até se chegar a essa afirmação teremos percorrido um filme dentro de outro, outro amigo de Martin vem com uma noticia de jornal que segundo ele poderia ser um filme. As filmagens começam, seriam elas filmagens reais ou apenas a imaginação de um roteirista? A história se mistura entre a relação do diretor com seu amigo jornalista e do filme sobre a prostituta que pasta nas mãos do cafetão. Desde o arco que abre e fecha o filme até a metalinguagem de uma história que não sabemos se está sendo filmada formam uma espécie de abre-alas dos temas que marcariam toda a carreira de Ingmar Bergman, estão lá a psicologia e o sofrimento, a fé e a sexualidade, a loucura e a morte. Um filme-prefácio?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s