Morangos Silvestres

Publicado: junho 7, 2012 em Uncategorized
Tags:

Smultronstället / Wild Strawberries (1957 – SUE)

Caso mergulhássemos na biografia de cada pessoa que conhecêssemos, seríamos surpreendidos por histórias de desilusões, de amores perdidos e/ou não correspondidos, de sofrimentos. Estes momentos nos marcam muito mais, do que aqueles pequenos, de beleza singela. É exatamente por este caminho que segue o cineasta Ingmar Bergman, vasculhando na infância (onde tudo é mais lúdico) o histórico que marcaria definitivamente uma existência.

Isak Borg (Victor Sjöström) muda de ideia e resolve dirigir de Estocolmo a Lund, ele será agraciado com uma homenagem feita pela faculdade. O fato gerador dessa mudança repentina foi o estranho sonho da noite passada. Primeiramente será acompanhado por sua nora (Ingrid Thulin), e mais adiante, por um grupo de jovens (destaque para Sara (Bibi Andersson)). A relação, durante a viagem com essas pessoas, o sonho que permanece o perseguindo durante todo o dia, e a visita à casa onde passou sua infância, ajudam este senhor frio e reservado a revisitar sua biografia.

A história de um amor não correspondido, Bergman se apoia na infância para explicar os caminhos de alguém, no caso de Isak marcando sua impossibilidade de uma existência mais feliz. O filme recoloca seu personagem em momentos-chave de sua vida, como quando perde seu amor para seu próprio irmão, ou a descoberta da infidelidade de sua esposa. Não basta a ele, ser declarado por suas “mulheres” como um ótimo sujeito, de excelentes qualidades, por mais antagônico que possa parecer, quando estamos falando de amor, características como caráter não contam. E, no fundo, é essa a questão de Bergman, para o amor, não basta ser bom.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s