Febre do Rato

Febre do Rato (2011)  estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

Entre amigos, tenho pregado a ausência de diretores brasileiros que conseguiram construir uma carreira, no cinema nacional mais recente, com filmes que dialoguem, que tenham unidade, que realmente apontem um autor. Cláudio Assis é uma das raras exceções em que a carreira é coerente, sólida, que de tempos em tempos lança uma nova obra que se enquadra num “padrão” próprio. E isso é positivo, gostem ou não desse “padrão”.

Febre do Rato é um jornaleco feito no fundo do quintal, sua existência não vai além da necessidade de Zizo “Poeta” (Irandhyr Santos) se expressar. Não basta a ele imprimir e entregar ao povão, ele precisa de um palco, de um microfone e soltar sua verborragia inflamada contra a condição social dos não favorecidos, ou, simplesmente, falar de amor. Calma, o discurso de Cláudio Assis não é nada panfletário, e sim libertário, anárquico, é de fazer refletir com sua própria liberdade.

Estamos novamente em Recife, Assis filma os submundos de sua cidade, é sua grande obsessão junto da necessidade de chocar. Todo em preto e branco, se o poeta é o instrumento, o foco do filme é esse grupo de amigos que vive alheio às convenções sociais mais conservadoras, e também ao caso de amor que o poeta se debruça em viver, porém a moça (Nanda Costa) nega por mais que coloque lenha na fogueira. O coveiro casado com uma travesti, as velhas que bebem e transam com o poeta, os três amigos que dividem uma casa e uma mesma mulher.

Assis agride nossos olhos, principalmente a moral de muita gente (chega realmente a passar dos limites), mas é sempre coerente à sua proposta, aos seus personagens, ao seu submundo recifense de sexo, drogas, e diversão, num mundo fétido e barrento.  De provações sexuais à rotina alcoolica maconhada, a liberdade sob perspectivas que acabam abafadas pelo modus operandi do sistema.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s