Um Dia

Publicado: julho 26, 2012 em Uncategorized
Tags:, ,

One Day (2011 – EUA)

Tanto se fala que “o livro é melhor, o livro é melhor”. Mas, afinal, quando não se fala nisso? Lone Scherfig sai do requinte de uma ingênua garota apaixonada por um galanteador e um mundo de descobertas fascinante (Educação), para a ingenuidade de um amor guardado para o momento certo. Realmente é uma visão lindamente romântica de uma história, imagine se na vida real pudéssemos encontrar alguém com quem teríamos grandes chances de dar certo, mas aquele não é o timing certo porque um (ou os dois) precisam viver outras coisas para que não se destrua uma relação tão promissora.

Toda a história é baseada numa data, 15 de Julho. Cronologicamente acompanhamos o status da relação entre Emma (Anne Hathaway) e Dexter (Jim Sturgess), desde a noite de formatura em 1988 (quando os dois quase transam) até meados dos anos 2000. Amizade, amor reprimido, idas e vindas. Eles um burguês bon-vivant e conquistador, ela uma reprimida e sonhadora, com desejos de se tornar escritora.

A relação desengonçada, tanto pelas características psicológicas dos personagens (eles tem aquela coisa de diferenças que se completam, a vivacidade frente a responsabilidade, o não pensar no amanha frente o mundo de sonhos), quanto pela quebra de narrativa retomando a cada ano e deixando tantas arestas, não permite que Scherfig vá além de um romance açucarado com grandes sinais de clichê. Sobra intenção e falta realmente aquela capacidade de inspirar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s