Alps (2011 – GRE) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

A proposta do novo cinema grego parece clara, e Yogors Lanthimos já se tornou um dos líderes dessa nova turma de cineastas que anda ocupando o cenário internacional. Um cinema degradante, personagens esquizofrênicos e situações limite que usam a violência doméstica e o sexo (sem paixão) como propulsores das relações interpessoais. Há um estilo, uma autoralidade, mas são tramas tão irreais (aparentemente) e degradantes ao ponto de não parecerem verossímeis. Aqui, um grupo tenta viver às custas de substituir pessoas mortas. Se oferecem para se vestir e agir como um filho, uma esposa, que acabaram de morrer, uma vez por semana, mediante pagamento. Um bando de fanáticos vivendo de suas crenças malucas.

Anúncios
comentários
  1. The Lobster | disse:

    […] se sai bem melhor em seu primeiro trabalho internacional, do que nos anteriores (Dente Canino, Alpes) realizados em sua terra natal. Ele ainda parte do inverossímil e navega pelos mares do incomodo, […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s