A Glória das Prostitutas

Whore’s Glory (2011 – ALE/AUT) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

Em seu documentário, o cineasta Michael Glawogger retrata prostitutas na Tailândia, Bangladesh e México, prova que a prostituição não é igual em qualquer lugar do mundo, por mais que tudo se resuma a sexo e uma visão machista de mundo. O “aquário” tailandês onde as garotas ficam expostas até serem escolhidas pelos senhores engravatados, isso claro,  depois de baterem cartão, ao chegar ao trabalho. Em Bangladesh vivendo numa imúndice, sob responsabilidade de cafetinas, uma bagunça onde conseguem clientes entre empurrões. No México, uma rua cheia de casinhas de um quarto cuja porta dá direto para a rua e os carros apenas estacionam na porta das escolhidas.

Diferentes formas de atrair clientes, aproximando-se dessas mulheres, descobrimos fortes ligações religiosas (sejam quais forem as religiões), e da ingenuidade oriental à depravação latina de quem vive do crack e do vício. Essa é a prostituição que move o mundo, mulheres que fazem o que esposas e namoradas não fazem, vivendo da marginalidade profissional em submundos nojentos. Glawogger não traz novidades, mas expôs comparações de mundos idênticos em comportamentos antagônicos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s