Angel

angelAngel (2007 – ING/BEL/FRA) estrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Pode-se dizer tantas coisas sobre François Ozon, entre naturalismo e irregularidade surgem uma enormidade de adjetivos que em algum momento de sua carreira cabem aqui e ali. Porém, de sua coragem não se pode negar, as variações de sua carreira, primam, acima de tudo, por uma coragem de quem não tem o mínimo medo de errar. E seu primeiro filme britânico é prova cabal. Ele parte de sua França natal para uma história clássica do século XIX, com toda a pompa e cafonice que se pudesse imaginar nos cenários da época.

E ele vai além, cria um grupo de personagens que em nada se parecem simpáticos, a garota sonhadora e pobre que engata sua carreira de sucesso como escritora de livros tolos é a personificação de seus próprios livros. Fútil, sonhadora, vive na bolha do amor-romântico ao extremo, porém faz o tipo socialite irritante, sem classe, metida, e distante das coisas importantes da vida que não sejam o amor que ela sente no peito. O amado surge também como um dono da razão, depressivo e infiel.

Desse mundo criado Ozon adiciona uma artificilidade proposital e meramente plástica e uma breguice visual que extrapola sua narrativa simplesmente banal. Nada se coloca como minimamente interessante nesse mar de excessos.

Anúncios

2 comentários sobre “Angel

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s