Branca de Neve

Publicado: fevereiro 14, 2013 em Cinema
Tags:

BlancanievesBlancanieves (2012 – ESP) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Branca de Neve e os 7 anões à espanhola, com direito ao mundo das touradas, as danças e indumentárias típicas. Pablo Berger filma em branco e preto, sem diálogos e uma trilha sonora acompanhando todo o filme (impossível não comparar a estética a O Artista). Maribel Verdu e os demais em facetas caricatas, ou ingênuas, enquanto Berger segue o conto dos Irmãos Grimm fazendo “pequenas” adaptações.

Esse misto de humor, conjunturas maquiavélicas e vilões caricatos traz a Blancanieves um quê de melodrama que lembra Almodovar, mas sua base é realmente o conto de fadas infantil salpicado por elementos onde Berger não só imprime sua marca pessoal, como aproxima a narrativa de um público mais amplo.

Anúncios
comentários
  1. :De disse:

    Goya, né. Pareceu divertido pela seu comentário.

    Curtir

  2. Goya 2018 | disse:

    […] Branca de Neve […]

    Curtir

  3. Abracadabra | disse:

    […] o diretor espanhol Pablo Berger já vem deixando sua marca de um cinema (basta lembrar do anterior, Blancanieves) que pode dialogar com o grande público enquanto foge do usual. Mágica, tragédia, um serial […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s