As Sessões

assessoesThe Sessions (2012 – EUA) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

Que medo quando dei de cara com uma sinopse envolvendo: um padre (William H. Macy), um tetraplégico (John Hawkes), uma terapeuta sexual (Helen Hunt), e o desejo de perder a virgindade. Até que o diretor Ben Lewin me fez perder o medo, ao longo do filme, por mais que seu resultado final não seja nada além de melodramático e peque pela mediocridade.

Há nele uma discussão serena, o sexo tratado como necessidade e curiosidade humana, mas tão complicado e acaba falando e discutido com tantas pessoas que se torna um tema quase comum, como comprar um sapato. Hawkes consegue dá vida a esse escritor que só mexe o rosto, sem caricaturas, sem exageros piegas, sua luta em não comover é, de longe, o mais louvável. Pena que Lewin, vez ou outra, precise dar algo mais, e nesse algo mais, estraga.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s