Riscado

riscadoRiscado (2010) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

Iniciar a carreira de atriz não é tarefa fácil, bem pode dizer Bianca (Karine Teles), que se desdobra com trabalhos paralelos enquanto a carreira não decola. A proposta do diretor Gustavo Pizzi não é, unicamente, abordar as dificuldades de realizar o sonho. Ele traz uma espécie de filme dentro do filme, algo tão “abstratamente poético” quanto a própria visão do diretor (de dentro do filme).

De um teste para um personagem, Bianca é transformada no próprio roteiro do filme. Enquanto isso, Pizzi se volta aos problemas materiais, e nesse jogo de aspirações, todos vivem de uma boa vontade que não resulta em nada além do jogo de pequenas tragédias e decepções, corriqueiras em nossas vidas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s