Nus

nusNackt / Naked (2002 – ALE) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Dos primeiros trabalhos da cineasta alemã Doris Dörrie (que ficou conhecida no Brasil por Hanami), a comédia dramático-romântica é rigorosamente dividida em três: três casais, o antes, o durante e o depois, sempre em blocos. O antes marca os casais se preparando para o jantar entre eles, nessa fase o roteiro desenvolve a situação de cada relacionamento: o desfeito, o em frangalhos e o sadio. Excessivamente caricato, Dörrie aposta em fórmulas que banalizam os relacionamentos, como se todos, obrigatoriamente, vivessem essas fases. Mais tarde o jantar propriamente dito (com a referência ao título), e por fim o desfecho com o pós-jantar, hora de tratar os traumas, rusgas, feridas expostas.

O peso do drama e o clima de humor tolo, essa mistura comum em comédias românticas (e até na vida real), prende Dörrie num clima tão infantil, quanto restritivo. O desfecho clichê obriga o filme a corrigir rotas que as tramas criavam, como se você desistisse de tirar aquela pedra do sapato, e continuassem utilizando assim mesmo. É um pouco do que muitos relacionamentos vivem, escondendo para debaixo do tapete problemas, ao invés de resolvê-los.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s