Dolorosa Indiferença

dolorosaindiferençaSkórbnoie Bestchúvstvie / Mournful Unconcern (1983 – RUS) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Começa com um casal dançando, roupas e canção típicas dessa região menos conhecida da Europa. Logo a seguir, alguma imagem de arquivo de George Bernard Shaw (cujo livro A Casa de Orates serviu de inspiração a este filme). Sensação de Guerra ecoa pelo ar.

Não aparenta muito com um filme de Aleksandr Sokurov, personagens excêntricos, fotografia clara e nítida. Mas há o fétido, a morte como um dos temas, além de outras características que ele experimentava nesse início de carreira que depois seria obsessões suas.

Uma mansão com personagens non-sense, enlaces amorosos, promiscuidade, personagens em fuga das tragédias iminentes daquele início de século, vivendo numa espécie de realidade paralela, amendontrados, porém despreocupados. Sokurov está lá provocando a humanidade, dessa vez num outro ritmo, musica e dança, com clara diferença estética, e filosofias metafísicas quase incompreensíveis.

Anúncios

Um comentário sobre “Dolorosa Indiferença

  1. Pingback: Aleksandr Sokurov |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s