Elegia de uma Viagem

elegiadeumaviagemElegya Dorogi / Elegy of a Voyage (2001 – RUS) estrelaestrelaestrelaestrelaestrela_cinza

Um sonho? Um delírio? O rito de uma viagem que nos leva totalmente ao desconhecido, ao inesperado. Pelo conjunto de imagens turvas, tão presente em seus filmes anteriores, Aleksandr Sokurov parte por seu caminho, não se sabe o destino. Há ali uma espiritualidade própria, uma sensação de tocar detalhes da paisagem, a sensação de uma beleza melancólica que esse conjunto de cenas, e tonalidades, provoca.

Um vagão de trem, os carros pela rua, um sujeito balbuciando algumas palavras num bar de beira de estrada. Sokurov vaga pelo abstrato, sempre contemplando a vida, o universo ao redor, até voltar no tempo. Encontra no estrangeiro, mais precisamente no museu Bojimans (em Roterdã), uma pintura de Peter Saenredam, e de tamanha sensibilidade consegue sentir o calor da tinta. Sua poesia triste é quase hipnótica, um barco em falsa deriva.

Anúncios

Um comentário sobre “Elegia de uma Viagem

  1. Pingback: Aleksandr Sokurov |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s