Elena

ElenaElena (2012) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

A estrutura de documentário recuperando imagens do arquivo familiar do director já havia sido usada em Tormento (Tarnation), mas Petra Costa utiliza de um modo mais formoso e agradável (afinal, ela era uma criança de sete anos). Petra reconstrói a história de sua irmã, e obviamente sua própria, sempre com paradas poéticas e uma narração doce e lenta que tenta deixar tudo mais lúdico.

A vida em Nova York, a mãe, a depressão da irmã que a ela era como um ídolo. É tudo muito requintado, bem cuidado para não parecer óbvio, porém não vai além desse imenso desejo pelo poético em palavras e imagens. É um filme de melancolia bonita, de tristeza, de minha irmã repetindo os passos da outra, mas fora da tragédia, não era uma grande história que merecia ser dividida com todos. Bonita na intenção, nunca alcança a poetisa que precisaria ser.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s