The Canyons

thecanyonsThe Canyons (2013 – EUA) estrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Esse papo de intrigas e perversão em Los Angeles já cansou, mas Paul Schrader não está dando bola para esse desgaste não. Ele prova que acredita piamente que pode transformar um daqueles telefilmes B, com apelo erótico explícito, que preenchem horários sem audiência alguma da tv, e tornar uma obra verdadeiramente artística. Fica só na impressão, intrigas envolvendo poder e sexo, com tom de mistério e um psicopata estão fadadas a estes horários das madrugadas televisivas.

Schrader até começa bem com o jogo de câmera e os planos fechados nos dois casais num restaurante, o problema é o conteúdo da conversa que mostra todos os sinais e cacoetes dos personagens. O arrogante, dominador e pervertido James Deen e sua namorada, Lindsay Lohan, objeto para uso a seu bel-prazer. A trama se desenvolve de maneira sofrível, com segredinhos e paixonites, enquanto um vilão mimado tenta se tornar um psicopata, e Schrader tenta nos convencer a se importar com tudo isso. Com bom uso da câmera e dos ambientes, mas causando náuseas a cada diálogo.

Anúncios

Um comentário sobre “The Canyons

  1. Pingback: Festival do Rio 2013 |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s