A Bela Intrigante

abelaintriganteLa Belle Noiseuse (1991 – FRA) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Sempre ouvi que era o grande filme de Jacques Rivette, em que uma mulher, escultural, ficava quatro horas nua em cena. E que o filme era só isso, e que era maravilhoso. Sim, o filme tem quatro horas de duração, e em pelo menos metade dele Emmanuelle Béart, em pelo, dá o ar da graça, como modelo para um pintor (Michel Piccoli). Ele tenta resgatar sua obra-prima, e finalmente entregar ao mundo sua Bela Intrigante.

São horas de trabalho, a jovem exposta em posições impostas, por vezes de maneira até violenta, pelo pintor que tenta encontrar inspiração para retratar a majestade daquele corpo. Mas, o filme de Rivette não é exatamente sobre essa relação pintor x modelo, nem mesmo sobre a arte de pintar, o processo. Seu filme é sobre montagem, ou, mais precisamente sobre a arte do “corte”. Filmes que fogem ao padrão do lugar-comum, normalmente vão ao encontro de uma precisão na arte da edição. Planos longos, curtos, eles dão o verdadeiro tom do filme, e Rivette parece aqui reverenciar essa característica tão técnica, e tão artística.

O corte é mais que preciso, ele é um personagem, a relação do pintor com sua esposa, ou da modelo com seu namorado, assim como os demais coadjuvantes, que circundam a história, enquanto os dois passam horas e horas trancados no ateliê, simplesmente pintando. Rivette encontra essa maneira de homenagear o trabalho artesão de um pintor, o processo como um todo, sem transformar aquela mulher deslumbrante num tronco, ou num abajur. E tudo isso se dá pelo corte, o tempo apurado de cada cena, longo e desgastantes, porém necessários.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s