A Loucura de Almayer

aloucuradealmayerLa Folie Almayer (2011 – BEL/FRA) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Adaptação livre do primeiro conto de Joseph Conrad traz um mergulho da cineasta Chantal Akerman à Malásia rural, contextualizando a história nos anos 50. Enquanto Akerman se delicia com uma natureza primitiva, num olhar entre o selvagem e um curioso desbravar, ela traz à tona a disputa de raças. São europeus latifundiários, enquanto um país vive dividido entre chineses e malaios.

Outra questão forte é do isolamento, Almayer (Stanislas Merhar) veio da Europa, vive numa fazenda deficitária e sua unica paixão é sua filha. Enquanto Almayer se isola, cada vez mais distante da Europa, de amigos e de sua esposa (malaia), ele trabalha, sem resultados frutíferos. A filha vai para um colégio interno, a busca é por educação européia, sem que se questione a possibilidade da garota se adaptar, ou não à cultura.

A solidão enlouquece, e Chantal encontra uma forma leve de criar claustrofobia, câmera levemente distante e o verde das árvores que não permite ver o céu, a pequena abertura da visão está onde os pequenos barcos param para os tripulantes descerem. Uma vida que parece sem escolhas, apertada pela natureza, pela condição imposta, e pela inércia pessoal. Almayer enlouquece, porque as coisas fogem ao seu controle, e não há estrutura psicológica para reviravoltas.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s