Moebius

Publicado: setembro 27, 2013 em Cinema
Tags:,

moebiusMoebius (2013 – COR) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

Kim Ki-Duk está sempre inventando das suas, com filmes chocantes e provocativos, na maioria das vezes bem odiados pela maioria. Com forte presença de sexo, e críticas a sociedade coreana moderna. Fora o estilo narrativo, por exemplo, este novo filme é totalmente sem diálogos, mas com presença de som ambiente. Um retorno ao cinema mudo, uma prova de que é possível dar ritmo a um filme no cinema moderno, sem que diálogos e narrações em off expliquem tudo.

Ele retorna a temas parecidos com os de Pietà, dessa vez o foco são as relações familiares como um todo. A mãe descobre a infidelidade do pai, enfurecida desconta no filho. São várias cenas chocantes: castrações, bullying, transplantes, estupros, só de imaginar você já arrepia intensamente. Quando se menos espera surge a presença de Buda, levantando questionamentos dúbios sobre o quanto pode haver relação com aquela família completamente picotada, pagando na carne pela fúria.

Ki-Duk vai aos extremos, prefere a violência seca a discussões intermináveis ou escândalos. Seu tema central é a obsessão por sexo da sociedade, e a história abusa dos extremos dessa obsessão. São exageros chocantes, onde a irracionalidade é dominada pela libido. Mas, é uma proposta clara, direta, que funciona em sua visão crítica. Basta a quem assiste julgar se é deturpada ou capaz de causar algum tipo de reflexão.

Anúncios
comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s