suzanneSuzanne (2013 – FRA) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Lacrimoso e envolvente esse drama da diretora Katell Quillévéré. Um caminhoneiro (François Damiens), viúvo, tendo que se desdobrar para criar as duas filhas pequenas. Utilizando diversas elipses, a diretora facilmente narra a vida dessas irmãs por décadas, tendo como foco a destrambelhada Suzanne (Sara Forestier), sempre contando com o suporte fraternal da “levemente” mais ajuizada (Adèle Haenel).

Pode-se até levantar a questão da propensão que uma família fragmentada (no caso a ausência mãe falecida) possa resultar numa educação não tão exemplar, e dessa forma, risco maior de filhos irresponsáveis, ou com um “espelho” familiar falho. Se bem que, aparentemente, trata-se apenas de uma história, narrada de forma doce (nunca sentimental), de duas meninas-garotas-mulheres, apostando no amor, agindo por impulso, com decisões dubiamente corajosas e covardes.

comentários
  1. […] Suzanne, de Katell […]

    Curtir

  2. […] Katell Quillévéré muda completamente a rota, da leveza dramática de seu filme anterior (Suzanne), para o peso do drama familiar que enfrenta tragédias e nova esperanças. De um lado a fatídica […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s