Pais e Filhos

Publicado: novembro 3, 2013 em Cinema, Mostra SP
Tags:, ,

paisefilhosSoshite chichi ni naru / Like Father, Like Son (2013 – JAP) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Definitivamente, Hirokazu Kore-eda se coloca como um contador de histórias, especialista em crianças. São sempre temas delicados, narrados de forma terna e envolvente, com diversos momentos lacrimosos cuja presença de lenços para amparar seu público se faz necessária. A verdade é que você já sabe o que esperar quando entra numa sessão de seus trabalhos, essa constância na abordagem, amarra seus filmes a poucas possibilidades, mas cria um público cativo.

Like Father Like Son film stillEstamos diante de uma história de troca de bebes na maternidade. O foco central é sob o pai de uma dessas crianças, o sujeito bem sucedido, pouco carinhoso, e sem tempo para a família. A história está sempre “privilegiando” o seu lado, a forma como ele se relaciona com os fatos, seja de forma doce, até momentos mais cruéis. Kore-eda prova que não há solução definitiva para o tema, trocar as crianças ou deixar como era, nunca é uma decisão fácil, e acima de tudo, impossível de evitar sequelas, feridas e a necessidade de se envolver amplamente com tal situação.

comentários
  1. […] Pais e Filhos, de Hirokazu […]

    Curtir

  2. […] filmes. Melodramas adocicados e sensíveis, sempre com cunho familiar (como Ninguém Pode Saber, Pais e Filhos, O que Eu Mais Desejo, Hana), ou acrescento a relação das memórias (Depois da Vida, Tão […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s