Chocolate

chocolateChocolat (1988 – FRA) estrelaestrelaestrelaestrelaestrela_cinza

Pelos olhos da pequena France (Cécile Ducasse), a cineasta Claire Denis, em sua estreia na direção, realiza seu primeiro mergulho na África colonial francesa. A relação brancos x negros, as tensões, humilhações, a simplicidade desconfortável. Denis segue a pequena garota e seus pais, ele (François Cluzet) um militar francês em missão em Camarões, sua mãe (Giulia Boschi) uma bela mulher que tenta manter os costumes europeus nessa terra de chão batido.

Figura-chave no filme é Protée (Isaach De Bankolé), uma espécie de mordomo. Ele é o segundo fio-condutor da trama, da tensão sexual com a patroa, à sua relação de um carinho particular para com a pequena France. Outros europeus visitam a casa, diferentes modos de tratar os residentes, porém, desde os mais “cordiais” há em todos, enraizado, o poder da dominação, da liderança.

Claire de Denis evidencia todos os estigmas da relação colônia, colonizado, por meio de cenas pacatas, que transcorrem de maneira trivial, os primeiros sinais das fortalezas que formariam seu cinema. A sensação incômoda de algo prestes a explodir, a tensão calada. François Cluzet profetiza que um dia eles serão “chutados” dali. Claire Denis vai mais longe, demonstra a crueldade direta e indireta, de ambos os lados, seja na vingança, seja na posição de se colocar como superior. Seu filme é uma bomba relógio, e também, um belo rito de passagem.

Anúncios

2 comentários sobre “Chocolate

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s