Desvio

desvioBypass (2014 – Reino Unido) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

Além de uma estrutura narrativa levemente fragmentada, e uma abordagem mais introspectiva de Tim (George MacKay), pouco de realmente interessante no novo filme do diretor Duane Hopkins. Uma família desajeitada, com alguns dos membros indo e vindo da cadeia, envolvimentos com pequenos crimes, são as faíscas para a tragédia anunciada. Irmãos jovens, sem dinheiro e nem pais por perto, sofrem com o enfrentamento, com a necessidade em bancar as contas da casa, a cobiça de se enveredar pelos caminhos que outros já tomaram. O roteiro pega mais pesado, e tenta impor o caótico, quando Tim começa a apresentar sinais de uma doença, e não segue os conselhos da namorada em se tratar. O caótico toma conta do personagem, os dramas parecem insolúveis, e o jovem acredita que pode suportar tudo. Sim, o roteiro abusa do personagem, mas MacKay é ótimo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s