A História da Eternidade

ahistoriadaeternidade

A História da Eternidade (2014) estrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

O ótimo curta, homônimo, de Camilo Cavalcante, filmado num falso único plano-sequencia, trazia as mazelas da vida no sertão nordestino, de forma cruel, abrupta, experimental. Seu longa quase não parece derivado da mesma raiz. O encardido dá lugar a uma fotografia de fantasia, quase plastificada, dialogando falsamente com um tom de fábula. O título é pretensioso, definir a vida de um pequeno vilarejo como a história da eternidade. Além disso, há o tom solene, a figura poética em alguns personagens, utiliza o cenário, mas é completamente oposto ao seu curta.

São pequenas histórias margeando três mulheres, de idades distintas. A avó (Zezita Matos) que recebe, inexplicavelmente, o neto refugiado de São Paulo. A solitária (Marcelia Cartaxo) que perdeu o filho e é cortejada pelo sanfoneiro cego. E a garota (Débora Ingrid), sonhadora, que deseja ver o mar, cujo pai é linha dura, “pexera na mão”, e vê no tio (Irandhir Santos), ator e quase um extraterrestre no lugar, a tábua de salvação.

O tom é de tragédia anunciada, mas a tentativa é de tornar fotogramas em versos, de forma insistente, além de tentar transformar o pequeno vilarejo numa panela de pressão. Ele não trata da eternidade, procura uma forma definitiva radiografar um nordeste surrado, desesperançoso, que poda a beleza com bebedeira, crueldade, ou sentimentos reprimidos que extrapolam conceitos, religião ou convenções sociais. Fico com a vibrante visão do curta, à fantasia cruel da poesia forçada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s