O Conto da Princesa Kaguya

ocontodaprincesakaguyaKaguyahime no Monogatari / The Tale of Princess Kaguya (2013 – JAP) estrelaestrelaestrelaestrelaestrela_cinza

Assim como Miyazaki, Isao Takahata promete que este é seu último longa-metragem. Feito nas técnicas tradicionais de animação, desenhado e pintado à mão, para só depois ir para o computador, a história resgata um antigo conto popular japonês do cortador de bambu que encontra uma jovem princesa no caule de um bambu. É outro filme lindo de Takahata, desde o deslumbramento visual com traços leves e simples, cores pastel suaves, até a fantasia da princesa que veio da Lua.

Takahata gosta de lidar com crianças fofas, provoca encatamento e empatia, enquanto desenvolve seus temas morais de maneira simples, direta. O desejo de felicidade é a grande mola propulsora de todos os personagens, desde a princesa que não sabe de suas origens, passando pelos pais humildes que mudam completamente de vida tentando encontrar a felicidade da garota. Até nos príncipes que prometem mundos e fundos, almejam conquistar o coração da bela princesa, sendo que ela enxerga neles a falsidade, ainda assim há dentro daquela falsidade um instinto de busca da felicidade. Takahata é feliz em todas as fases de sua história, da vida simples no corte do bambu, ao mundo da mansão e da realeza, seu último trabalho oferece ao cinema o mais puro da cultura milenar japonesa, repleta de crenças e fantasia.

Anúncios

2 comentários sobre “O Conto da Princesa Kaguya

  1. Pingback: Top 25 – 2015 |
  2. Pingback: Top 10 – 2014 |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s