Pecados Antigos, Longas Sombras

laislaminimaLa Isla Mínima (2014 – ESP) estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

Um filme no melhor estilo True Detective, em versão espanhola. Assim tem sido conhecido o grande vencedor do Goya deste ano (levou 10 prêmios, entre eles melhor filme). Não estão mentindo. Sob o alicerce de uma fotografia destacada, desde os movimentos de câmera à tomadas aéreas pela beleza da ilha, tudo é estilo no thriller policial dirigido por Alberto Rodríguez.

A trama é fácil, início da década de 80, adolescentes mortas/desaparecidas, numa região da Espanha que parece ter parado no tempo. Dois policiais investigando, um à moda antiga, e um desejo do roteiro em trazer o tema político à tona (resquícios dos tempos do governo Franco).

De todos esses ingredientes, o caldo produzido por Rodríguez é mais saboroso nas cenas em separado, nos travellings, nos planos abertos em meio a tanta vegetação. A trama criminal parece banal, e as ideologias entre esquerda x direita, suscitadas pela dupla de investigadores, ainda mais dispensável. Prefiro ficar com a lembrança da eletrizante perseguição de carros na neblina, do que os segredinhos escusos que surgem no final.

Anúncios

2 comentários sobre “Pecados Antigos, Longas Sombras

  1. Pingback: Festival do Rio 2015 |
  2. Pingback: Tarde para a Ira |

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s