Casa Grande

Publicado: abril 21, 2015 em Cinema
Tags:, , ,

casagrande

Casa Grande (2014)  estrelaestrelaestrela1_2estrela_cinzaestrela_cinza

Em seu primeiro longa de ficção, o diretor Fellipe Barbosa pega emprestado a crise financeira vivida por sua própria família (conforme suas afirmações em entrevistas) para traçar assim dois paralelos: a crise da classe média alta carioca, e a discussão sobre o sistema de cotas nas universidades federais. A cena inicial, tecnicamente bem construída na sincronização de som e imagem, tem um plano geral do quintal da casa (grande), onde o pai (Marcelo Novaes) faz a ronda de apagar as luzes de todos os cômodos. É exemplo do quanto a câmera tenta sempre alcançar distanciamento particular, mesmo com toda a carga autobiográfica da história.

Finanças e política correm como pano de fundo. No centro, o personagem do adolescente Jean (Thales Cavalcanti), em vias de prestar vestibular, enquanto vive sob a rígida proteção paterna nessa fase de libertação, de inquietude sexual. Seus comportamentos variam entre os encontros inocentemente apimentandos com a empregada da casa, o namoro com a garota que conheceu no ônibus, a amizade com os colegas de classe e o discurso que tantas vezes repete o do pai, mesmo que ele tenha comportamentos diferentes que não ficam tão claros até o inevitável confronto.

O filme sabe muito bem olhar para o mundo da classe média alta, entender e desenvolver os personagens ricos, retratar este mundo e criticá-lo didaticamente (exemplo do jornal com a manchete sobre Eike Batista, referência desnecessariamente didática). Os mais pobres acabam abordados com afago, e só. Além disso, a necessidade do roteiro de problematizar tudo, como a cena que repete o drama do filme Chamada a Cobrar, ou a discussão acalorada no churrasco. Ao tentar exibir a arrogância da elite e o discurso de justiça racial, o filme funciona bem melhor em sua rigidez estética do que quando tenta impor esse discurso condescente com a crise institucional brasileira.

comentários
  1. […] de seus casarões antigos e costumes antiquados, e uma relação empregatícia tão arcaica. Se Casa Grande trata da crise financeira de parte dessa sociedade, o novo filme de Anna Muylaert explora o […]

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s