Paria

pariaParia (2000 – FRA) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinzaestrela_cinza

Pelas ruas de Paris, a noite de Reveillon da chegada dos anos 2000, tendo dois sem-teto como figuras centrais. Inicialmente, o filme os coloca num ônibus que recolhe mendigos, que serão levados e tratados num abrigo. A história volta 36 horas na vida de Victor (Cyril Troley) e Momo (Gérald Thomassin), construindo assim a primeira parte da Trilogia dos Tempos Modernos (precedido por A Ferida e A Questão Humana).

Com câmera na mão, muitas vezes focado a nuca dos personagens (no melhor estilo dos Dardenne), o trambiqueiro Momo, e o recém-desempregado e despejado Victor, rapidamente se tornam figuras simpáticas ao público. Seja pela malemolência de Momo, vendo sua grande chance ao aceitar um casamento arranjado, seja pela devoção amorosa de Victor pela garota com quem está flertando. Ambos sobem naquele ônibus com outras parias da sociedade, desprezados, esquecidos, os completamente excluídos.

Marginais, gozadores, extremamente grosseiros, ou apenas pessoas excluídas e ridicularizadas. O diretor Nicolas Klotz apenas os focaliza como esses parias perdidos na noite de Reveillon, dando voz ao destino cruel, enquanto traz à tona a questão da imigração (no casamento arranjado, nos presos em uma batida policial), são os protagonistas da noite, num canto escuro da cidade-luz, que todos só querem esquecer. O tom até otimista com que Klotz-Perceval sobrecarrega os personagens traz outros elementos que serão obsessivos nos trabalhos seguintes da dupla, como a fétida ferida do mendigo. Porém, Paria se difere dos demais trabalhos pela dureza mais crua, a exposição regada ao swing que Gérald Thomassin consegue imprimir com maestria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s