Policeman

policemanHa-Shoter / Policeman (2011 – ISR) estrelaestrelaestrelaestrelaestrela_cinza

Foi na última Mostra SP que descobri o cineasta Nadav Lapid, com o longa A Professora do Jardim da Infância. Imediata necessidade em buscar outros trabalhos. Sua carreira guarda um média-metragem, um documentário, e este longa-metragem antecessor ao exibido no festival paulistano. Lapid chega com a força de quem resgata nova vida ao drama do povo judeu e as questões que assombram Israel. Político sim, porém de forma obtusa e urgente, sofisticada e pungente.

Da vida de um grupo de policiais de elite, a um outro grupo, de jovens, idealistas e responsáveis. Ambos israelenses, judeus. Lapid parte da gravidez da esposa de um dos policiais. A nova vida que se aproximada, a expectativa do primeiro filho. Drama antagônico que vive o pai que descobre que o filho está prestes a cometer um ataque, uma loucura, que pode lhe custar a vida.

Até que o filme junte esses dois grupos, e fica claro, desde o início, onde será o ponto de intersecção, Lapid documenta os passos cotidianos, o idealismo, as aspirações e inspirações, até mesmo os códigos de ética. A fraternidade e a revolta, sem deixar de ser político, em momento algum, Lapid oxigena os mesmos conceitos e obsessões de um cinema que sente a urgência de explorar a nítida aflição de seu povo. Com novo ânimo e virtuosidade fílmica, surge um novo cineasta capaz de sutilezas e contundência, de profundidade e inquietação através de uma assinatura autoral e particular.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s