Mala Noche

malanoche

Mala Noche (1986 – EUA) estrelaestrelaestrelaestrela_cinzaestrela_cinza

Interessante descobrir na estreia de Gus Van Sant elementos que continuam tão presentes na sua filmografia, menos comercial (afinal, ele se divide com filmes extremamente voltados ao público médio num zigue-zague obtuso). Filmado em 16 mm, preto e branco, o filme trata de um jovem gay interessado num latino ilegal, que vive em condições financeiras precárias e não lhe dá muitas chances.

Van Sant brinca com a tensão sexual, seja em letreiros provocativos (touros e chifres) ou metáforas entre os diálogos (como na cena do macarrão). São personagens que exploram suas armas (dinheiro, desejo, até pátria mãe), no meio de uma narrativa jovial como aqueles filmes das repúblicas universitárias americanas. Mas, é muito mais profundo que isso. Há em tantos planos o dedo de um Van Sant tremulante, capaz de trazer tanta naturalidade aos personagens em situações corriqueiras. Cortes bruscos, o posicionamento de câmeras, não é bem um trabalho experimental, mas sim um jovem cineasta experimentando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s